Rita Lee põe em xeque honestidade do Governo de Sergipe


Para ela, Marcelo Déda desistiu de processá-la para evitar que mais escândalos viessem à tona

Rita Lee põe em xeque honestidade do Governo de Sergipe Ampliar Foto

Por Raissa Cruz

A atitude do governador Marcelo Déda de recuar do processo, em nome do Estado, contra a cantora Rita Lee, depois do seu polêmico show no Verão Sergipe, foi avaliada por ela como uma forma de o Estado se desviar de mais escândalos. O governador teria acusado Rita Lee de induzir o público contra a polícia durante seu show, colocando em risco a vida das pessoas presentes, e garantiu que exigiria a devolução do cachê que lhe foi pago pelo Governo do Sergipe, mas acabou voltando atrás. Por sua vez, Rita Lee, através do seu twitter, colocou em xeque a probidade do Estado: @LitaRee_real "O Governo d Sergipe desistiu d me processar pq nessas viriam a tona mais escândalos do q sonha nossa vā honestidade".

A cantora também fez referência a Polícia Militar, classificando a repressão feita no evento como um "ensaio" para motivar greves. "Agora c/ distanciamento, vemos q o ocorrido em Sergipe foi ensaiado pela PM local p/ gerar greves das PMs em outros Estados. Eu estava certa", twittou ela.

O show de Rita Lee, em 28 de Janeiro, na Atalaia Nova, contou com momentos tensos, quando a cantora manifestou-se contra os militares que estariam reprimindo no local o uso do que ela chamou de "baseadinho". "É horrível, eu tenho paranóia por esse tipo de atitude. Cadê por escrito que vocês têm que fazer isso. Cavalaria aqui não(...) Não vou esperar, as pessoas estão esperando eu cantar, seus filhos da puta! Agora venham me prender! Não pode ser que tudo isso foi causa de um baseadinho. É isso? Cadê o baseadinho pra eu fumar aqui agora. Eles não vem me pegar. Gatos! Gatinhos não vão embora não", disse ela no evento.Veja o vídeo. Após sua apresentação, a cantora chegou a ser detida, mas foi liberada assim que prestou depoimento.

"Essa senhora (Rita Lee, 67 anos), talvez tentando criar um episódio para chamar a atenção nacional para esse que ela diz que seria seu último show, agrediu a polícia, agrediu o Estado de Sergipe e os patrocinadores. Não é o fato de ser do rock in roll que autoriza ninguém a ser mal educado e anti-profissional. Nós vamos processá-la para que ela devolva o cachê desse show. Porque ela foi irresponsável. Não cumpriu o contrato", disse o governador antes de desistir de processá-la.


Da redação Universo Político.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe