Preso acusado de compartilhar cenas de sexo com crianças

A Polícia Civil divulgou nesta sexta-feira, dia 27, a prisão do pintor de paredes Kleiberton do Nascimento Souza, o Binho, 27 anos, acusado de armazenar e compartilhar via internet cenas de sexo com crianças. Todo o material em vídeo estava no computador pessoal dele, em sua residência, no bairro Cidade Nova, em Aracaju. Os agentes do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis -DAGV- chegaram até Binho na última quarta-feira, 25, menos de 24 horas após receberem a informação via Disque Denúncia 181.


Segundos os agentes do DAGV Claudomir dos Anjos Dionízio e Adilton Menezes da Paz, foram apreendidos na residência de Kleiberton a central de processamento do seu computador, além de 60 DVDs e dois pendrives. O acusado em seu local de trabalho e o levado até sua casa, onde os investigadores verificaram a existência de mais de 100 vídeos de nudez e sexo explícito, com a participação de crianças, totalizando mais de 78 gigabites de informações.

Ainda de acordo com os policiais civis, há indícios de que os vídeos poderiam ser distribuídos por Kleiberton, já que há repetição de materiais no computador e nas dezenas de DVDs apreendidos, mas o acusado nega e diz apenas que eram cópias de segurança que ele fazia. Binho informou que baixava os vídeos na internet por meio de um emulador ainda sigiloso, usado por uma rede de pedófilos, e que vem sendo investigada no Brasil e no exterior.

Todo o material foi recolhido e está sendo periciado por outro agente do DAGV, Rondinelli Pimentel. A princípio, os vídeos foram produzidos por terceiros, provavelmente em outros países, e não há cenas com o acusado, que permanece custodiado em uma unidade da PC na capital. O flagrante dele foi lavrado pela delegada Mariana Diniz, também do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis.

Binho foi enquadrado nos artigos 241-A e 241-B, da Lei 8069/90 -Estatuto da Criança e do Adolescente-, que prevêem como crimes os atos de adquirir, possuir, armazenar, oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, distribuir, publicar, divulgar ou permitir o acesso, por qualquer meio, de fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE