Delegado de Penedo não acredita que Roberta Dias tenha fugido de casa



Arquivo familiar
Delegado de Penedo não acredita que Roberta Dias tenha fugido de casa
A Polícia Civil lotada na Delegacia Regional de Penedo segue realizando uma série de investigações para descobrir o que de fato aconteceu com a estudante grávida Roberta Costa Dias, de 18 anos de idade, adolescente que desapareceu de Penedo na tarde do dia 11 de abril após ser submetida a um exame de pré-natal em uma clínica do bairro Santa Luzia, localizado na parte alta da cidade ribeirinha.
De acordo com o chefe de operações da Delegacia de Penedo, Carlos Welber, a polícia já recebeu o extrato reverso das últimas ligações feitas e recebidas por Roberta no dia de seu desaparecimento. Segundo o policial, com os dados fornecidos pela operadora não foi possível descobrir muita coisa, obrigando a polícia a aguardar pelo relatório que ainda será enviado pela outra operadora de telefonia celular usada pela adolescente.

Na última quarta-feira, 16 de maio, a equipe do delegado Rubem Natário cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa do suposto pai do filho de Roberta, um adolescente de apenas 16 anos de idade. Na oportunidade, os policias recolheram uma CPU e um notebook, máquinas que já foram encaminhadas ao o Instituto de Criminalística para serem periciadas em busca de alguma pista que possa levar ao paradeiro da adolescente. O resultado do exame deve sair em 15 dias.
De acordo com o delegado Rubem Natário, o único suspeito pelo desaparecimento de Roberta Dias, até o momento, é o menor identificado apenas como S.A. Segundo o delegado, o inquérito policial ainda não foi concluído porque não há testemunhas do caso, o que dificulta na obtenção de novas informações. O titular da Delegacia de Penedo não acredita na hipótese de Roberta Dias ter fugido de casa.
A família de Roberta continua esperançosa e em busca de informações que possam levar ao paradeiro da adolescente que é morena clara, magra, tem cabelos pretos, olhos castanhos e cabelo curto, além de duas tatuagens, sendo uma com o nome da mãe “Mônica” nas costas e uma borboleta na perna. Os familiares pedem que quem tiver alguma informação sobre o que aconteceu com a jovem possa entrar em contato com a redação do portal de notícias aquiacontece.com.br pelo 82 3551-5091 ou através do número da família 9665-0690. Denúncias também podem ser feitas através do número da Polícia Civil, o 181.
O pai de Roberta oferece a recompensa de R$ 5 mil (cinco mil reais) para quem tiver alguma informação concreta sobre a localização da gestante de aproximadamente três meses.
 
por Redação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE