Professores em greve prometem desocupar prédio da Seplag


Os professores permaneceram em jejum durante seis dias
Sintese se prepara para desocupar o prédio da Seplag (Foto: Portal Infonet)
Desde a última terça-feira, 22, os professores da rede estadual ocuparam, após decisão em assembleia, o prédio da  Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag). O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Sergipe (Sintese) foi notificado na tarde de domingo, 27, para despejo imediato do local, mas o sindicato decidiu permanecer até o início desta manhã.

“A decisão do jejum partiu de uma reunião com o secretário João Andrade que colocou que não iria conceder reajuste este ano e talvez em 2014”, explica o diretor de base do Sintese, Roberto Silva dos Santos.


Cerca de 50 professores participaram do jejum da resistência. Uma equipe de 13 professores a cada dia participava do jejum de 24h. “O papel dessa abstinência é  promover um diálogo com a sociedade diante desta política de empobrecimento do Governo. O piso é Lei, um direito nosso que está sendo violado”, contesta Roberto.

Deputada e professora Ana Lúcia  (PT) apoio jejum dos educadores
O Sintese foi notificado na tarde de domingo através de uma ordem judicial assinada pelo desembargador Edson Ulisses de Melo solicitando a desocupação imediata do local, pois estava apresentando riscos aos funcionários. “Antes da  nossa desocupação pacífica vamos solicitar que o secretário Oliveira Júnior nos conceda um documento  colocando que está tudo em ordem. Apontando que nenhum documento foi retirado da secretaria e o prédio continua sem nenhuma degradação”, explica Roberto.

A professora e deputada Ana Lúcia (PT) também participou dos últimos momentos da ocupação dos professores no prédio da Seplag. “Temos direitos a greve, a nossa lei está sendo violada. O despejo era imediato, mas conseguimos ficar por mais tempo. Depois de 35 anos de profissão estou participando de mais um processo de resistência”, diz.
Os professores estão em greve deste o dia 16 de abril e prometem permanecer até que os direitos sejam concedidos. Na tarde desta segunda-feira, 28, a categoria se reunirá em assembleia para discutir novas ações de protesto.
 Seplag
A assessoria de comunicação da Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag) informou que até o fim da manhã enviará nota com posição oficial sobre a greve dos professores.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe