Déda: "A coligação dos caranguejos se organizou para levar Aracaju para 74"


"E caranguejo a gente só gosta para comer com uma cervejinha bem gelada na Praia de Atalaia", ironiza

Ampliar Foto

Déda: em campanha

Por Joedson Telles

Líder do bloco de situação, o governador Marcelo Déda (PT) voltou a definir a candidatura do ex-governador João Alves Filho (DEM) a prefeito de Aracaju como o atraso. Segundo Déda, que está indo às ruas para tentar eleger Valadares Filho sucessor do prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B), enquanto o grupo de João Alves pensa em governar olhando para 1974, o projeto da situação é governar tendo como foco 2025.


"Quem caminha para trás é caranguejo, e caranguejo a gente só gosta na panela para comer com uma cervejinha bem gelada na Praia de Atalaia. Caminhar para trás é a coligação dos caranguejos do outro lado. A coligação dos caranguejos se organizou para levar Aracaju para 1974, e nós queremos dizer que caminharemos para o século XXI. Aqui já foi PMDB, já foi PT, já foi PC do B e, agora, é a vez do PSB. É essa formação que nos dar força. Eu já fui o menino que eles chamavam em 2006. E hoje já estou de cabelos brancos", comenta.

Segundo o governador, "numa eleição que dizem que já tem vitorioso quem está nas ruas somos nós. Quem está com as bandeiras defendendo Aracaju somos nós. Eles estão entocados, porque sabem que na hora que o sol bater sobre eles vai aparecer a verdadeira essência do projeto deles. O projeto do atraso. De governar Aracaju olhando para 74, enquanto o projeto da gente é governar Aracaju olhando para 2025", disse.

Déda disse ainda que o projeto Valadares Filho vai de encontro a uma candidatura daquele que é o único candidato das forças conservadoras. "Por que não apareceu lá um nome novo? Porque a palavra renovação causa um arrepio neles. Renovação e mudança para João e para o DEM é igual ao sol para o vampiro. Faz mal. É um projeto individual de administrar a cidade em benefício da família. Nós estamos aqui para mostrar o significado da renovação", disse.

Segundo Déda, o que o grupo da situação apresenta a Aracaju é um jovem de 38 anos para levar a juventude à prefeitura. "O que nós apresentamos é uma mulher petista para levar as mulheres à vida social da prefeitura, para continuarem a fazer um projeto de governo de todos, mas também para fazer aquilo que ainda falta", disse.

O governador ainda salientou que é dever de Valadares Filho preservar tudo em nome dos ex-prefeitos aliados Jackson Barreto, João Gama, ele próprio, Déda, e o atual Edvaldo Nogueira. "Não tenha medo de lutar Valadares Filho, porque você vai continuar o projeto, mas você é a renovação, é a voz da juventude, são as nossas idéias, é a Aracaju do século XXI preocupada com a mobilidade urbana, com o meio ambiente, com a geração de emprego, com a habitação de qualidade", disse.

Da redação Universo Político.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE