Seu Rosendo e os algozes: todos vítimas? O que a mídia não publica sobre Canindé de São Francisco



Seu Rosendo, de pé.  (Foto, Revista Canindé)
Canindé de São Francisco/SE -  "Para criar inimigos não é preciso declarar guerra, basta dizer o pensa" - Martin Luther King. Conversando em rodas de discussão, junto à formadores de opinião como professores, pessoas dos meios de comércios, religiosos e outros, nos atrevemos a pensar e em dizer, ainda nos idos de 2003, 2004 até 2010 que, diante da falta de atenção dos Poderes do Estado, Justiça, Legislativo Local e Executivo em não ofertar implantação de melhores políticas públicas e não só a básica - minima - para as comunidades sociais onde às pessoas estão em situação social de risco, "toda a sociedade estaria refém". É o que vemos hoje acontecer com um desses bairros: Olaria. 




Ultimamente um estado de violência vem se fazendo percebido em Canindé de São Francisco, a terra que mais investiu, nos últimos anos, segundo os próprios dados divulgados pela prefeitura local, em imagens atrativas das belezas naturais dos Cannios, do lago de Xingó, da Barragem da Hidroelétrica de Xingo, dos passeios de catamarães, das trilhas, da história local dos ribeirinhos, em documentários e depoimentos, histórias da bravura do cangaço, das cavalhadas até nas imagens de pessoas como José Liobino e Dona Alzira Marques com suas histórias de vida e no investimento das festas locais de carnaval, são joão e outras do calendário local. Somam-se ai, só em publicidade, quantos reais?  



Gramados

Tudo isso foi feito para atrair o turista e, segundo outros, a imagem "ruim" que Canindé de São Francisco tinha na mídia devido a sua história, devido a politica, conturba. É a justificativa, plausível (...), que foi colocada para a população e tão publicada nos meios de comunicação tanto local quanto no mundo a fora.



Canindé de São Francisco ganhou destaque nacional através da publicidade, dos documentos de tv, dos depoimentos de pessoas simples e outros muito bem qualificados pelas histórias e tudo o mais que pudesse ser explorado para exponear a boa imagem do local e atrair o turista que, aliás, muito válida até certo ponto. Se não fosse o fenômeno da desestrutura social que existe no local e que todos os gestores anteriores disseram acabar com ela. Vemos hoje vagas promessas ilusórias para se chegar ao poder no capitanear dos votos de uma massa sem esclarecimento que determina, através de favores "explorados" das suas necessidades, quem será o próximo dono do poder. 



Lá, em Gramados, onde tudo é maravilhoso, pessoas lindas, bom vinho, boa culinária, casas suntuosas, do charme e elegância dos abastados de dinheiro e do poder; lá onde o pobre é, certamente, apenas jardineiro, zelador ou muito um motorista, onde o verde se faz presente e o termômetro sempre indica frio e permiti o charme dos casacos, lá, onde tudo é alegria e bonança, onde todos os anos Canindé de São Francisco expõe as imagens citadas aqui e também a de que o povo sertanejo é feliz, porque nas imagens é tudo alegria e só risos, foi o "teto" escolhido para colocar o município na mídia. A coisa é bem mais diferente e hoje podemos ver que, faltando os investimentos necessários para a melhoria social, nós estávamos gerando um problema interno gravíssimo e hoje sabemos muito bem o que é. 


Busão do Band
Aportou por aqui, certa época, o Busão do Brasil da BAND. Foi outra forma de promover Canindé de São Francisco no cenário nacional com belas imagens como pano de fundo para a realidade que temos e a mídia não divulga. Se a emissora de TV Bandeirantes tivesse a ousadia de ver o outro lado da cidade e fazer uma manchete que perguntasse o porque da falta de saneamento - na época - do bairro Olaria e da falta de políticas públicas voltadas para a cidadania em detrimento da receita de quase 10 milhões/mês, estouraria em seu ibope, pois, estaria dizendo e mostrando ao mundo a verdadeira face de Canindé de São Francisco.


A novela que não disse nada
Outro exemplo que, aliás, não mostrou nada de Canindé de São Francisco, para a frustração de muitos que no dia do lançamento lotaram o CAD-Clube Altemar Dutra na tentativa de ver pessoas comuns ou a cidade e até de sí mesmo na tela da tv, foi a novela da Rede Globo: Cordel Encantado. Mostrando um cenário diferente do que temos em nossa realidade atual e eis outro veículo que, se tivesse compromisso social e exibisse o mesmo que dissemos anteriormente com a Rede de Televisão Bandeirantes e se perguntasse o porque de numa cidade de 10 milhões não existe investimento humanitário e eis que a sociedade está refém.


Seu Rosendo (Foto, Revista Canindé)
Seu Rosendo: vítima fatal. O falecido senhor de 81 e um anos, a quem tanto dispensamos horas de conversas boas, o qual lembro muito pelo seu tom emotivo e forte na voz não merecia morrer dessa maneira. Trabalhou muito na vida para ter uma velhice garantida na paz e no sossego. Seu Rosendo morreu da pior maneira possível. Depois de contribuir tanto com seus impostos e os ver desviados para propagandas e não para a melhoria social que estabiliza os fatores de risco humano, teve que amargar o enfrente a um embate de corpo a corpo por dois adversários mais jovens vítimas da falta de investimento no social, aliás, fator de débito deixado pelos governos das esferas Federal, Estadual e Municipal. 


Valquênia
Valquênia, mãe de Marcelo "Big": vítima da falta de estrutura social? De início a informação é de que ela é usuária "passiva" de drogas. Chegou em Canindé de São Francisco ainda jovem ao lado de seu pai e mais outros irmãos procurando um lugar melhor para viver com mais oportunidades humanas e desenvolvimento para viver. Fixou-se justamente no bairro Olaria onde vários dos seus irmãos de Estado já haviam se instalado e teve como primeira moradia um barraco de lona preto quando o município lhe propiciou uma pequena casa. Separada e com um filho oriunda do Estado de Alagoas, aliás, um dos principais fomentadores da população canindeense hoje. Não tem escolaridade, de pouca relação social e vivendo dos auxílios dos programas sociais do Governo Federal e Municipal. O ser humano é produto social do meio em que vivi. Nesse estado de absoluta desestrutura social, econômica e humanitária, dificilmente ela mudaria a sua trajetória por si só e sem a ajuda. Valquênia também é vítima do sistema, da falta de atenção dos governantes que excluem os mais humildes de forma seletiva quando da falta de atenção social e os obrigam a viver nos "guetos", "favelas" e "zonas sociais de risco", como é o caso da comunidade do bairro Olaria que a cidade de Gramados no rico Estado do Rio Grande do Sul não conhece e nunca ouviu falar; o bairro que a rede de televisão das emissoras Bandeirantes e Globo não mostram porque estão "seguras" pelas "amarras" do capital oriundo dos impostos de seu falecida Senhor Resende e também de Valquênia.  



"Pouca coisa é necessária para transformar inteiramente uma vida: amor no coração e sorriso nos lábios." - Martin Luther King. Eis o que está faltando em Canindé de São Francisco, o amor é a pedra que está faltando no alicerce dessa nossa sociedade.


Marcelo "Big"
Márcelo "Big", filho de Valquênia: Algoz e produto do meio. Também usuário "passivo" de drogas. Lembro de Marcelo "Big" ainda quase criança, com idade de 13 ou 14 anos. Não falava muito, sempre risonho e pronto a fazer qualquer pequeno serviço. No começo estudava e depois parou; começou a sua ociosidade e também a ariscar-se mais além das portas de sua casa e depois da comunidade. Em pouco tempo Marcelo "Big" já era visto em grupos de amigos pelo centro da cidade e nas festas. Nesse tempo já era visto fazendo uso do consumo de álcool e logo começou a pedir esporadicamente a pessoas conhecidas. Percebendo que crescia em idade e tamanho, logo começou a arriscar-se em "aventuras" mais ousadas. O resultado final é a cena em questão: matou, com a ajuda da mãe, o idoso Rosendo que não chegou a gozar a velhice como merecia.


Objeto do roubo (Na forma da Lei)
A Olaria está assim: uma verdadeira zona social de risco onde todos os moradores estão em situação social de risco e vulneráveis. De 2005 à 2007 foram existiam nove pontos de drogas, os arrombamentos voltaram a acontecer com mais frequência, a violência estourou repentinamente como se estivesse dormindo e agora anda a galope; denúncias de drogas são constantes; incêndio de colégios são sempre associados a crianças e adolescentes da comunidade; rouba por duas vezes na escola da comunidade, mulheres vitimas de agressores e já foram esfaqueadas, tiveram a orelha cortada, abuso e ou estupro de vulnerável, local de ponto de hospedagem de quadrilha desarticulada pela Polícia de Caatinga, sem quadras, com a promessa de construção de um campo que hoje o vemos ser invadido pela falta de atenção em cumprir as promessas a população, o bairro que tem uma rede de transmissão elétrica passando por dentro e dividindo-o em duas zonas, o lugar que tem prazer em ter um pequeno aglomerado batizado por "Cidade de Deus" em alusão a um dos filmes que denunciou a problemática social gritante do Brasil e que só não rendeu um prêmio porque a classe política teve que agir em não divulgar essa realidade.


Adolescente da Olaria esfaqueado
A Olaria é o bairro onde mais de 200 pedras de crak foram pegas no decorrer de pouco tempo. É também o lugar onde essa violência vem fazendo vítimas os jovens que poderiam estar nas salas de aula e em projetos sociais e dessa forma teriam a oportunidade de mudar a sua realidade. Esse é o caso do jovem de menos de 16 anos identificado por que ainda permanece em um hospital jogado a própria sorte o qual foi vítima de várias facadas por dever a traficantes além de estar cometendo arrombamentos na comunidade para alimentar o vício das drogas que vem ganhando espaço na sociedade e fazendo vítimas todos nós. É ou não a falta de implantação de políticas públicas voltadas para o cidadão por parte dos poderes? Onde está o projeto Segundo Tempo do Governo Federal que nunca foi implantado em Canindé de São Francisco mesmo tendo algumas pessoas capacitadas através de treinamento para implantá-lo aqui e cujo qual daria atenção para seiscentas crianças de Canindé onde o jovem esfaqueados e reincidente do CENAM poderia hoje ser um atleta e o Marcelo "Big" outro que poderia ter a sua realidade social hoje diferente? Com a palavra os estudiosos dos fenômenos sociais. 


Mulher da Olaria com orelha arrancada
A mesma situação aplica-se a uma senhora que teve sua orelha cortada por seu companheiro onde residem no bairro Olaria. O local que não aparecerá nas boas imagens dos documentos de tv e na mídia nacional pertence a Canindé de São Francisco. A terra dos quase 12 milhões/mês, o lugar das belezas naturais que não dá assistência ao cidadão, local que tem uma das piores saúdes do Estado de Sergipe, o município que tem um suplente de Senador que é Secretário de Meio Ambiente, Gestão e Planejamento Municipal e a amizade de pessoas influentes como o Senador Eduardo Amorim, Governador Marcelo Déda, o Ex-deputado Estadual Ulisses Andrade e tantos do cenário da política local do Estado e de Brasília tem uma das administrações mais falhas que já existiu, a julgar pela receita que tem hoje de 12 milhões, onde vem contabilizando os piores índices de desenvolvimento humano - IDH -, social e da miséria que disse acabar em seu plano de governo ainda em 2005. 





Martin Luther King
Colhemos agora os frutos dessa realidade nefanda que explode aqui e ali onde já vinhamos chamando a atenção para a situação e ninguém dava ouvidos. Martin Luther king tinha razão: "O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons." - Martin Luther King. Porque estamos calados? Porque o blog foi ameaçado nos cometários anônimos e também de ser retirado do ar? Onde estão os recursos de Canindé que não investe para reverter essa problemática social das comunidades excluídas da sede da cidade? São perguntas que merecem ser respondidas. 


Se o acontecido com seu Rosendo fosse com alguém pela mais simples relação com você? Se fosse com um filho, irmão, esposa, mãe ou seu  pai? Como você estaria e o que diria do lugar em que você está vivendo, no caso, nossa Canindé de São Francisco, a terra do "Cordel Encantado"? 


É apenas mais uma reflexão. 
Adeval Marques
Link para o blog:

Link para a matéria no blog:

Comente, o espaço é democrático ao ponto de permitir cometários anônimos. Só não ameace, além de covardia é crime. Muito obrigado.

Comentários

Ênio Nascimento disse…
Amigos e amigas de Canindé,

Conheço os policiais civis envolvidos na investigação, e sei o quanto são preparados por esforços próprios e também são comprometidos com a Segurança Pública. César e Joab, dentre outros colegas lotados na Delegacia de Canindé com os quais tive a grande honra de trabalhar junto e com eles aprender, são policiais verdadeiro, daqueles que toda equipe precisa, pois não descansam enquanto não forem exauridas todas as possibilidades de uma investigação criminal.

Meu amigos, meus colegas, vocês estão realmente de parabéns, pois tiraram das ruas mais dois marginais, dois serem que desrespeitaram o maior bem que podemos ter, a vida... agora, mãe e filho pagarão pelo que fez.

Aproveito o momento para me solidarizar com a família do senhor Rosendo, pois só quem já perdeu alguém em tais condições sabe o que eles estão passando, e eu, em 25 de janeiro de 1998, exatamente no mesmo dia em que passei a residir em Canindé de São Francisco, perdi meu pai, o qual foi assassinado com um tiro no peito por dois "bichos" que resolveram lhe tomar seu dinheiro, fato este ocorrido no Povoado Brinquinho, em Simão Dias/SE.

No mais, oportunamente, deixo claro que não basta que a Polícia Civil investigue e elucide o crime, papel este de suma importância. Mas o que temos mesmo é que mudar a situação de nossa sociedade, e com investimentos maciços nas áreas de educação, saúde, segurança pública, assistência social e outras, atrairemos a Paz Social, e com isso, os delinquentes que estão entre nós acabarão por deixar esta terra que é abençoada por Deus.

É com a aplicação eficiente dos recursos públicos que combateremos a criminalidade. E por isso, mais uma vez aproveito o espaço para divulgar um dos itens que compõe o universo de projetos da administração que será feita pelo Pastor Heleno Silva e Rosa Maria.

Heleno e Rosa já se comprometeram, e em Canindé de São Francisco, como um fato inédito e histórico para o Estado de Sergipe, será criada a Secretaria Municipal de Segurança Pública, a qual coordenará os serviços de segurança municipal, trânsito e também de defesa civil, e assim, de forma compartilhada com as polícias Estaduais e Federal, irá promover uma sensação de segurança jamais vista em nossa cidade.

A partir de 2013, nossos cidadão poderão caminhar pelas ruas da cidade, e isso nós vamos permitir, pois traremos a segurança que o povo precisa, e assim, as Polícias Civil e Militar, as quais inevitavelmente serão nossas parceiras, estarão livres do grande índice de criminalidade e estarão aptas a dar solução cada vez mais rápidas aos crimes de grande repercussão, assim como foi o caso que vitimou o nosso saudoso Rosendo.

Estas são minhas sinceras palavras, diante de tudo o que foi detalhado, em especial por amor que eu tenho a Canindé e ao nosso povo, peço o seu voto para Pastor Heleno Silva e Rosa Maria. Agora é 10.

Para vereador, peço humildemente seu voto, e com o número 23.333 vocês estarão votando em Ênio Nascimento, jovem de 36 anos, Escrivão de Polícia Civil de carreira, natural de Estância/SE, morador de Canindé desde 25/01/1998, com formação acadêmica nas áreas de Gestão Pública e Direito, filho de dona Josefa, irmão de Wallace, Wclésio, Sérgio e Júlio.

Em Canindé minhas bases são basicamente duas famílias, Chaves e Galindo, que unidas pelo matrimônio de Genivaldo Galindo e Cilene Galindo, acabaram por me receberem como um de seus integrantes, e por isso há alguns anos resido na casa de Joana Sandra, irmã de Cilene e minha tia de coração e consideração.

Por último, quero pedir que, aqueles que não simpatizarem com minha pessoa, continue votando 10 para Pastor Heleno e Rosa Maria, e para vereador, caso eu não mereça o seu voto, vote em um dos vereadores que fazem parte de nossa Coligação, pois assim fazendo, estaremos juntos no projeto, e com fé em Deus, com a benção de nosso Senhor Jesus Cristo, caminharemos para a vitória e traremos Um Novo Tempo para Canindé.

Saudações,

Ênio Nascimento
enio.pps@live.com
(79) 8149-3377 (celular tim)

Postagens mais visitadas deste blog

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE