DR. PAULO CESAR x EUGÊNIO SANTANA


Por André Fontes

Na manhã de hoje, todos nós tomamos conhecimento de uma carta assinada pelo então candidato a vice prefeito de Propriá na chapa liderada pelo Dr. Paulo Cesar 45, pela Coligação Propriá a Mudança é Agora. O que mais me chamou a atenção foram a falta de ética, respeito, honra e verdade no texto elaborado pelo Eugênio Santana. 

Este rapaz foi contactado por diversas vezes pelos lideres do grupo que apoia a candidatura de Zé Américo 20, com o objetivo de deixa-lo ciente que ele sairia sozinho nesta eleição se insistisse numa candidatura a prefeito. Em Propriá o candidato do grupo dos irmãos Amorim é o prefeito Zé Américo - PSC. Mas o mesmo não se conformou e incentivado pelo Sr. Norman Oliveira, genro da Vereadora Rosélia da Ponte, que de maneira gratuita se tornou desafeto do prefeito, resolveu aliar-se com o PSDB, descumprindo um compromisso feito dias antes das Convenções, onde o mesmo garantiu que seria candidato a vereador na Coligação de Zé Américo.

 O fato é que ele não cumpriu o acordo, levando o PR para Coligação adversária. Isto foi tão mal visto, que o presidente estadual do PR, o Dep. Federal Laércio Oliveira, constatando a desobediência partidária cometida pelo Eugênio Santana, presidente da Executiva Provisória do PR em Propriá, encaminhou ofício ao Cartório da 19ª Zona Eleitoral, informando a dissolução da Executiva Municipal e da Convenção Partidária que homologou este acordo anencéfalo. De forma surpreendente e usando de meios obscuros conseguiu convencer a justiça que sua candidatura poderia ser considerada apta.

Pois bem, no dia seguinte a essa decisão no TRE, o Dr. Paulo Casar, foi impugnado em 2º grau, restando a ele um Recurso Especial que já acionou.

Daí vem a grande incoerência, se formos lembrar do primeiro programa eleitoral da Coligação de Eugênio Santana, o Dr. Paulo Cesar falou apenas 1 minuto e os outros 4 minutos foram utilizados para que Eugênio tentasse se justificar para o povo, os motivos que levaram ao mesmo aceitar ser vice, diga-se de passagem quase fui comovido com tanta astúcia e habilidade com as palavras. Como se justifica então seu rompimento do seu grupo alegando que só ficaria se fosse prefeito? Qual Eugênio podemos confiar?

 O que sempre disse que só seria prefeito e que vice nem vereador manda, nem tem poder nenhum? Ou no Eugênio que falou em seu 1º programa eleitoral que seria vice porque acreditava nas propostas da Coligação?

Ademais quero deixar registrado o meu respeito pela conduta do Dr. Paulo Cesar que não cedeu a pressões e entregou seus ideais e investimentos nas mãos de um homem sem palavra.

Sou eleitor de Zé Américo, mas por ter acompanhado de perto todas as reuniões que antecederam as Convenções, não poderia calar frente a tamanho absurdo e contradições cometidos pelo Sr. Eugênio Santana.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE