"Guarde um pouco desse Omo para lavar os companheiros do mensalão"


Edvan: Omo para lavar Zé Dirceu

Por Joedson Telles
Na noite desta sexta-feira 24, o empresário Edvan Amorim, presidente do PTB de Sergipe, reagiu com ironia às declarações do governador Marcelo Déda (PT), que na tarde de hoje disse que "a agonia de Edvan é que eu fui um sabão Omo para lavar roupa suja dele". O governador disse ainda que seu prestígio serviu para apagar as nódoas da biografia do empresário.


Referindo-se ao governador como um cara-de-pau, Edvan devolveu a bola. Quer dizer, o sabão em pó. "Guarde um pouco desse Omo para lavar os companheiros do mensalão. Ele deveria usar o Omo para lavar o chefe Zé Dirceu. Ele precisa é de óleo de peroba. Mas vou dar o assunto por encerrado em respeito à família dele. Aos seus filhos", disse Edvan, ressalvando, contudo, que se Déda provocá-lo com novos insultos não ficará sem resposta a altura.

Edvan Amorim também comentou novas críticas feitas pelo governador na cidade de Itabaiana, na manhã de hoje. Ao ser informado do assunto e convidado a responder, Edvan ironizou. Ele indagou que horas o governador fez as críticas e, ao saber que foi pela manhã, fez outra indagação: "e ele acordou cedo hoje, foi?", perguntou em tom de deboche.

Da redação Universo Político.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe